quinta-feira, 28 de junho de 2012

A Flor do Cabo da Faca - Cifra -


Letra: Filipe C. Corso, Rafael Ferreira
  Música: Filipe C. Corso 

Intro: A F#7 Bm E7 A (2X)

Recitado:
Carrego uma flor do campo
Que na cintura se une
Muitos lhe acham perigo
Eu trago pelo costume
Minha flor carrega um brilho
Que em outras causa ciúme
E embora sempre comigo
Nunca senti seu perfume

A                  F#m     Bm
A flor que brotou solita
               E7                 A
Sem precisar primavera
      F#m                         Bm
Trazendo o brilho do ouro
            E7                   A
Na sua imagem singela
       F#7                    Bm
Carrega junto do corpo
            E7                 A
Sua mensagem sincera
          F#m                               Bm
Que mesmo assim sem ter vida
     E7                        A
A vida se mostra nela


A    F#m                          Bm
Talvez bem mais que um romance
          E7                    A
Com juras se faz paixão
        F#m              Bm
Na prata nasce o desenho
       E7                   A
Por conta da inspiração
               F#m              Bm
E assim por ser pequenita
     E7                      A
A flor conhece a razão
               F#m               Bm
Vem e se aninha, escondida,
          E7                      A
Por debaixo da minha mão

A                  F#m        Bm
Tem a arte presa ao campo
             E7              A
Num relevo detalhado
               F#m            Bm
Onde as pétalas comungam
     E7                     A
A vida de lado a lado
        F#7                        Bm
Se alguém lhe olha comigo
      E7                      A
Já pensa, ensimesmado
              F#m               Bm
Melhor manter o respeito
          E7                A
Pra evitar um estrago


          A     F#m        Bm
Essa flor carrega o lume
         E7                             A
Que habita o brilho da prata
        F#m                    Bm
E embora bem desenhada
                 E7                   A
Nunca estampou serenatas
          F#7                Bm
Vive assim emudecida
        E7                         A
Na sina que lhe arrebata
         F#m                      Bm
Tem ganas de ser do campo
         E7                  A
Mas é do cabo da faca


(Repete o estribilho)






Por: Filipe C. Corso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário